Sebrae Acesse o Portal Sebrae
Você está na ASN

Agência Sebrae de Notícias

 Queijo venceu disputa com outros trezentos concorrentes
ASN SE 18/07/22 às 15:22 Atualização 18/07/22 às 15:23
Compartilhe

Queijo sergipano vence concurso nordestino

Por Wellington Amarante
ASN SE 18/07/22 às 15:22 Atualização 18/07/22 às 15:23
Compartilhe

O queijo Madrugada da Alvorada, produzido pelo Laticínio Alvorada, de Itaporanga D´Ajuda, foi o grande vencedor do concurso Nordestino de Queijos e Derivados, realizado no último sábado em Vitória da Conquista (BA). O produto conquistou o Selo Super Ouro, a mais alta premiação em disputa, superando outros trezentos concorrentes.

O concurso foi realizado durante o Encontro Nordestino do Setor de Leite e Derivados (Enel) e reuniu produtores de queijos e produtos lácteos de toda a região. Os produtos foram avaliados por um júri técnico, que levou em consideração quatro quesitos: aspecto exterior, aspecto interior e textura, aromas e sabores.

A premiação foi concedida em quatro categorias, de acordo com a pontuação: bronze (14 a 15,9 pontos), prata (16 a 17,9 pontos), ouro (18 a 20 pontos) e Super Ouro (20 pontos), esta alcançada pelo queijo do Laticínio Alvorada.

“Esse é o resultado de um longo trabalho que realizamos há vários anos, sempre pensando em oferecer o melhor produto para os nossos clientes. O mercado de queijos refinados é altamente competitivo, pois disputamos espaços com grandes laticínios. Conquistar esse prêmio nos mostra que estamos no caminho certo”, explica o empresário Miguel Britto.

Qualidade

O Laticínio Alvorada foi criado há quase cinco anos e é sediado no Povoado Chan, município de Itaporanga Dá Ajuda. No espaço são processados cerca de 3,5 mil litros diariamente, destinados à fabricação de sete tipos de queijos: o madrugada, matriarca (semelhante ao queijo canastra, de Minas Gerais), queijo do reino, minas padrão, minas frescal, mussarela tradicional e com temperos, além do queijo coalho tradicional e com recheios (pimenta, goiabada e carne do sol).

O madrugada, vencedor no Enel, é um queijo tipo parmesão maturado (quando após o processo de produção, que inclui a pasteurização do leite, coagulação, corte e salga do queijo, permanece em repouso em ambientes com temperatura e umidade controlados). No caso do fabricado no Laticínio Alvorada, esse período é de seis meses. Seu sabor é levemente ácido, tem consistência dura e harmoniza com vinhos.

O Alvorada é mais uma empresa beneficiada pelas consultorias técnicas e gerenciais oferecidas pelo Sebrae. O empreendimento recebeu orientações relacionadas à nutrição dos animais, além de adequação dos produtos à legislação sanitária e capacitações na área de boas práticas de manipulação de alimentos.

Essa não é primeira vez que o Laticínio tem seus produtos reconhecidos em concursos. Os queijos Alvorada já foram premiados outras seis vezes em competições no Espírito Santo e São Paulo.

 

 

Compartilhe
Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões? Entre em contato pelo [email protected] ou fale com a ASN em cada UF

Notícias relacionadas